no images were found

Os números da OMS (Organização Mundial da Saúde) e do Ministério da Saúde relacionados ao suicídio são assustadores: a cada 40 segundos, uma pessoa tira sua própria vida no mundo; no Brasil, 30 pessoas se matam por dia. São cerca de 800 mil suicídios por ano no planeta!

Hoje o suicídio é considerado uma questão de saúde pública, por isso o assunto deve ser amplamente discutido e as possibilidades de prevenção devem ser disseminadas pela sociedade.

É importante entender a dimensão do problema e estar preparado para lidar com a situação quando percebemos que alguém próximo a nós está com planos de tirar a própria vida, ou mesmo quando apresentar comportamentos autolesivos.

O primeiro passo é RESPEITAR a dor do outro! Não existem “problemas pequenos”, “fazer tempestade em copo d’água”: a dor é única e deve ser ACOLHIDA com empatia e respeito. Nunca menospreze o que o outro sente!

Se você sente que chegou “ao fim da linha” e está sofrendo com seus pensamentos, sentimentos ou comportamentos, é fundamental que você busque ajuda de um profissional de saúde mental. Com o tratamento adequado você pode melhorar muito a sua qualidade de vida e recuperar o prazer de viver.

Marianna Melo
Psicóloga do IPMJ

Setembro Amarelo